Mergulho Livre

O mergulho livre, ou mergulho em apnéia, ou simplesmente apnéia, constitui aquele mergulho feito sem o auxílio de equipamentos de respiração subaquática. De uma forma muito simples, é quando prendemos a respiração e mergulhamos na água.

Praticado há milênios, vem evoluindo bastante nos últimos anos, arrebanhando cada vez mais adeptos. Aqui no site você encontrará um pouco sobre esta fascinante história, no quadro Histórico acima.

Naturalmente, existem muitas vertentes para a prática da apnéia. Você pode prender a respiração para ficar o máximo de tempo possível parado em uma piscina. Você pode prender a respiração para atingir a maior distância possível na horizontal, e fazer o mesmo para tentar descer o mais fundo que consegue. E ainda assim pode fazer de diferentes formas.

Na apnéia desportiva, praticada em competições e para tentativas de records, existem várias modalidades possíveis, como descrito no quadro Modalidades acima.

Para estas práticas existem uma série de normas de segurança que devem ser seguidas, para tornar seu mergulho sempre seguro e divertido, seja qual for o seu objetivo.

O que importa é que o praticante tenha consciência de seus limites, e que buscar supera-los pode ser tão prazeroso quanto a prática em si, desde que não se coloque em riscos desnecessários ou mal calculados. No menu ao lado Segurança você conhecerá as principais regras para praticá-la da melhor forma.

Mas a apnéia não precisa ser competitiva o tempo todo. Por se tratar do mergulho na sua forma mais pura, pois você conta com seus esforços para permanecer o mais tempo possível no fundo ou percorrer a maior distância, é uma das atividades mais fascinantes para ser praticada por vários outros motivos.

Muitos gostam da pesca subaquática, muitas vezes criticadas por muitos que conhecem pouco do esporte, e que pode sim, ser feita de forma saudável, inclusive do ponto de vista do meio ambiente, bastando conhecer as leis regionais, locais corretos, e principalmente, um mínimo sobre biologia marinha, pois conhecendo sobre alguns ecossistemas, ciclos reprodutivos e de espécies marinhas, poderá avaliar bem o seu “pescado”.

Outros gostam de praticar a fotografia sub em apnéia, muitos que conheci em um curso em Cayman adoram brincar de scooter em apnéia, realizando lindas coreografias em baixo d´água (experimentei isso e é divertidíssimo). Muitos gostam simplesmente de “snorkear”, ficando na superfície em locais rasos admirando aquários naturais.

Enfim, qualquer que seja seu objetivo e os motivos para praticar apnéia, é um momento de introspecção fantástico, que você aprende muito sobre você mesmo, além de ser extremamente relaxante tão somente por estarmos na água, como voltássemos ao útero de nossas mães para brincar.

O que é preciso para praticar apnéia: além de vontade, estar com a mente aberta para aprender sempre, praticar segundo as regras de segurança, e, se divertir muito.

Estou a disposição para sempre ajudar aqueles que amam tanto esta atividade quanto eu.

Aproveitem o que este site pode lhes oferecer.

Abraços molhados,

Carol Schrappe